domingo, 11 de abril de 2010

O menino

O menino

Andava tão assustado, o menino com os pés no chão....
Guardava, no bolso, algumas histórias.
Contava, nos dedos, a grande espera do coração.

Sorriu, de repente... Alçou o outro sorriso...
Tão claro e comovente...
O amor que o menino sente.

Andou pela vida... Saboreou, das frutas, os sonhos.
Brincou com as notas... Lançou-se ao papel.
Menino certeiro alcança o peito da moça, então.

Olhar pequenino... Parece que voa...
Assusta-se... Assusta...
Encanta-se... Envolto nos fios das longas tranças.

Magia de lanças... Quixote e Pança...
Lutou ,bravamente... Moinhos e ventos...
Correu carretéis.

O leve menino, agora, cresceu.


15:30

( "O que o ouvido canta" Poesia infanto-juvenil Nadia Rockenback)

Um comentário:

rascunhomusical disse...

Deu pra ver o menino. Pés no chão ...o menino não tem. Calças curtas ...o menino não tem. Pernas finas ...o menino não tem. Olhar assustado! O menino cresceu mas ainda parece criança. Bonita poesia de menino. rs